Connect with us

Cidades

Academias da Saúde garantem qualidade de vida aos alagoanos de 61 municípios

Published

on

Repórter: João Victor Barroso

Repórter Fotográfica: Carla Cleto

 

Como uma estratégia de promoção de saúde, o Programa Academia da Saúde, assegura uma melhor qualidade de vida para a população de 61 municípios alagoanos. Ao todo são 93 academias no Estado, que oferecem atividades físicas e incentivam a alimentação saudável para reduzir os índices de diabetes e hipertensão.

Para melhorar os serviços disponibilizados nesses equipamentos, a Secretária de Estado da Saúde (Sesau) reuniu, nesta quarta-feira (22), os coordenadores e profissionais que trabalham nas Academias de Saúde alagoanas. O encontro, que serviu para avaliar as unidades, ocorreu no Centro de Referência Estadual em Saúde do Trabalhador (Cerest).

As academias são compostas de equipes multiprofissionais para o acompanhamento de homens, mulheres e idosos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Além dos profissionais de educação física, as academias contam com fisioterapeutas, psicólogos, fonoaudiólogos, nutricionistas e sanitaristas.

De acordo com Nelita Rodrigues, supervisora de Promoção e Educação em Saúde da Sesau, o custeio fica a cargo do Ministério da Saúde. Cabe à Sesau realizar o monitoramento das ações e as capacitações dos profissionais.


Continua depois da Publicidade

“Analisamos como está o funcionamento e a execução das ações de cada uma das academias do Estado. Trabalhando juntos, municípios e a Sesau, iremos ampliar e fortalecer esses equipamentos de saúde, que são importantíssimos na promoção e prevenção de doenças, em especial as crônicas não transmissíveis, a exemplo da diabetes e hipertensão”, salientou Nelita Rodrigues.

Everton Carnaúba, técnico do Programa Academia da Saúde da Sesau, salientou que as ações vão além das atividades físicas. “Nas academias existem rodas de conversas, grupos folclóricos, onde todas essas ações são adaptadas para os costumes e as realidades de cada local. Quando a equipe multidisciplinar identifica, em algum usuário, algum problema de saúde, eles são encaminhados para a Unidade Básica de Saúde para ter acesso a um atendimento de referência”, explicou.

Segundo Jeandson dos Santos, educador físico da Academia de Saúde de Jequiá da Praia, as atividades desenvolvidas por ele são destinadas ao público feminino, com aulas de zumba, exercícios funcionais, musculação e alongamento. “Em Jequiá da Praia também temos palestras com nutricionistas, fonoaudiólogos e exercícios com fisioterapeutas”, evidenciou.

fonte: AMA – Associação dos Municípios Alagoanos


Continua depois da Publicidade

Bombando