Connect with us

Cidades

AD REFERENDUM CIR aprova inclusão da UPA de Rio Largo na Rede de Atenção de Urgência e Emergência

Published

on

imageA inclusão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Rio Largo na Rede de Atenção de Urgência e Emergência foi aprovada “ad referendum” nessa segunda-feira (26) em reunião da Comissão Intergestores Regional (CIR) pelos gestores da 1ª Macrorregião de Saúde, na Procuradoria Geral do Estado (PGE), em Maceió. A falta de quórum levou à resolução que teve como objetivo agilizar o processo junto ao Ministério da Saúde para homologação em reunião prevista para acontecer em julho.

Outra pauta destacada na reunião é a necessidade da criação iminente de uma Câmara Técnica das CIR com o intuito, segundo a secretária técnica da CIR, Lenise Abreu, de aprofundar questões que normalmente se esgotam em reuniões rotineiras. “Cada município precisa indicar duas pessoas, sendo um titular e um suplente, para o Regimento Interno da Câmara Técnica das CIR que será aprovada na reunião de julho”, reforçou.

Trabalho infantil – A importância das notificações referentes ao trabalho infantil foi apresentada pela coordenadora do Centro de Referência Estadual em Saúde do Trabalhador (Cerest), Gardênia Santana. Ela chamou a atenção dos gestores para o cuidado com a subnotificação dos casos, considerando que o Brasil ainda ocupa o primeiro lugar no mundo no tocante a acidente de trabalho em geral, com três mortes a cada hora e três acidentes não fatais a cada minuto.


Continua depois da Publicidade

Gardênia alertou os gestores a cobrarem dos técnicos as notificações para que haja os respectivos registros no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan). Segundo ela, em Alagoas, 175 crianças e adolescentes na faixa etária entre 5 a 17 anos foram vítimas de acidentes graves de trabalho no período de 2014 a 2016. Apesar da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) ter apontado a redução do trabalho infantil em todas as regiões do país entre 2014 a 2015 e a redução em Alagoas ter sido de 48 para 31, a coordenadora da Cerest chama a atenção para que os esforços com a notificação não sejam reduzidos, já que as ações de combate são adotadas a partir do perfil epidemiológico.

A assessora Executiva de Ações da Sesau, Emily Carvalho, aproveitou a oportunidade para divulgar a 2ª Oficina de Elaboração do Plano de Estruturação da Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde que vai acontecer em 11 de agosto em Maceió. O público alvo são os gestores, os responsáveis pelos Recursos Humanos e Departamento de Pessoal, dentre outras categorias profissionais.

Na ocasião, a apoiadora técnica do Cosems, Mirna Vaz, explicou que seis experiências bem-sucedidas de quatro municípios alagoanos serão expostas no 33º Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), que será realizado no período de 12 a 15 de julho, em Brasília. De acordo com ela, 60 trabalhos foram apresentados à comissão avaliadora do Conselho que indicou um total de seis, sendo eles de Arapiraca, Campo Alegre, Pindoba e São Luiz do Quitunde. Eles serão expostos em Rodas de Conversas durante o evento e concorrerão à premiação de um trabalho por Região.

 

ASCOM COSEMS

fonte: AMA – Associação dos Municípios Alagoanos


Continua depois da Publicidade

Bombando