Connect with us

Cidades

André da Teo ‘quebra o silêncio’, se defende de acusações e ‘abre fogo’ contra o governo de Flexeiras

Published

on

Entrevista com o Vereador por Flexeiras André da Teo

O Vereador André da Teo, recentemente acusado de ser autor de um suposto estupro contra uma adolescente de 12 anos, procurou o 40graus e a Rádio Correio para se defender, além de atribuir as acusações a montagens feitas por pessoas ligadas a atual administração da cidade de Flexeiras. (Assista ao vídeo acima)

André no início do ano se declarou oposição, junto com mais 3 vereadores, algo que jamais havia acontecido na história política da cidade, fato, que segundo o parlamentar foi o estopim para que ele e seus demais colegas fossem ‘perseguidos’, nas palavras dele, pela equipe da Prefeita Dona Isa.

Na entrevista concedida ao repórter Hígor Silva, André relatou que a garota suposta vítima de estupro foi a delegacia acompanhada do Pai e do Secretario da Administração de Flexeiras, Marco Cavalcante, onde neste fato o mesmo põe em questão: “Porque Marco estava com a menina e o pai dela? O que ele tem haver com a história?”, questionou.


Continua depois da Publicidade

Outro ponto relatado por André, seriam as desavenças com o Secretário nos últimos meses, e a perseguição política enfrentada por ele e os Vereadores Alisson David, Adriano ‘Gata Maga’ e Demeval de França, onde em julho deste ano quase metade dos subsidios dos parlamentares foram simplesmente ‘cortados’ pela atual mesa diretora, presidida pelo Vereador Marcio Cavalcante. Na época, Marcio foi a imprensa pare relatar que André, na época presidente da Câmara, entre 2017 e 2018, aumentou os subsídios dos parlamentares, algo que o regimento interno e a legislação não permite, pois o aumento só poderia entrar em vigor na próxima legislação. Porém, no contraponto, André disse que Márcio faltou com a verdade, além de afirmar que o mesmo seria um ‘pau mandado’, pois, o aumento dos subsídios se deu quando o próprio Marcio era presidente na legislação passada entre 2015 e 2016.

Ao final das declarações, André voltou a afirmar que está sofrendo com as perseguições impostas pelo grupo da administração, além de dizer que eles ameaçam a qualquer pessoa que passe pelo caminho deles.

A entrevista foi concedida no Programa “Correio em Alerta”, transmitida ao meio-dia pela Rádio Correio 90,5 FM de Joaquim Gomes e região, onde você pode assisti-la através do 40graus no vídeo acima.

Texto de Hígor Silva


Continua depois da Publicidade

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bombando