Connect with us

Geral

As notícias mais importantes do dia 12 de abril de 2019

Published

on

O desabamento de dois prédios que deixou ao menos 3 mortos e 10 feridos na comunidade da Muzema, no Rio de Janeiro, e a suspensão do reajuste do diesel a pedido do presidente Jair Bolsonaro foram os destaques. Confira essas e outras notícias a seguir:

 

 

 

Desabamento mata ao menos 3 no Rio

 Corpo de Bombeiros trabalha nos escombros com uma lista de 17 nomes

Corpo de Bombeiros trabalha nos escombros com uma lista de 17 nomes
José Lucena / Estadão Conteúdo / 12.04.2019

 

 

 

 

Pelo menos três pessoas morreram e outras dez ficaram feridas após o desabamento de dois edifícios residenciais na comunidade da Muzema, na zona oeste do Rio de Janeiro, na manhã desta sexta-feira (12). Segundo a prefeitura do Rio, as construções eram irregulares e tiveram as obras interditadas em novembro de 2018.

O Corpo de Bombeiros trabalha nos escombros com uma lista de 17 nomes de pessoas que estariam desaparecidas. Eles isolaram a área porque outros prédios do entorno estariam em risco iminente de desmoronamento. Cães farejadores ajudam nas buscas.

 

 

 

 

Bolsonaro diz que pediu para segurar o diesel

Presidente pediu explicações para os técnicos sobre reajuste do diesel

Presidente pediu explicações para os técnicos sobre reajuste do diesel
Paulo Whitaker/Reuters

 

 

 

 

O presidente Jair Bolsonaro admitiu, nesta sexta-feira, 12, que determinou a suspensão do reajuste de 5,7% no preço do diesel, anunciado na quinta-feira pela Petrobras. O novo valor (o litro passaria de R$ 2,1432 para R$ 2,2662) começaria a ser cobrado nesta sexta, mas vai ficar suspenso até que os técnicos da estatal justifiquem ao presidente a necessidade do aumento.

“Não sou economista, já falei. Mas os entendidos afundaram o Brasil. E eu estou preocupado também com o transporte de carga no Brasil. Os caminhoneiros que movimentam as riquezas de norte a sul e de leste a oeste têm que ser tratados com o devido carinho. Nós queremos um preço justo para o óleo diesel“, afirmou o presidente.

 

 

 

 

Gentili é condenado a indenizar Marcelo Freixo

Humorista também deverá custear honorários do advogado do político

Humorista também deverá custear honorários do advogado do político
Divulgação

 

 

 

 

Danilo Gentili perdeu outra ação contra um político, agora no Rio de Janeiro. Segundo o Poder Judiciário do Rio de Janeiro, a 26ª Câmara Cível condenou o humorista a indenizar em R$ 20 mil o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL – RJ) por danos morais, além de custear honorários do advogado do político.

A decisão saiu dois dias após o apresentador do The Noite, do SBT, ser condenado a seis meses de prisão em regime semiaberto pela 5ª Vara Criminal Federal de São Paulo por ofensas contra a também deputada federal Maria do Rosário (PT – RS).

 

 

 

 

Brexit poderá ter 2º referendo

Ideia foi uma das várias alternativas ao acordo da primeira-ministra britânica

Ideia foi uma das várias alternativas ao acordo da primeira-ministra britânica
Henry Nicholls/Reuters – 9.4.2018

 


Continua depois da Publicidade

 

 

 

O ministro das Finanças do Reino Unido, Philip Hammond, disse nesta sexta-feira (12) que é muito provável que a ideia de um segundo referendo sobre a separação britânica da União Europeia volte a ser apresentada ao Parlamento em algum momento, mas que o governo continua se opondo a qualquer novo plebiscito.

Hammond disse que haveria pouco tempo para realizar um novo referendo antes de 31 de outubro, data para a saída do país do bloco. A ideia foi uma das várias alternativas ao acordo da primeira-ministra britânica, Theresa May, submetidas aos parlamentares no último mês e que não conseguiram obter maioria no Parlamento.

 

 

 

 

STJ mantém João de Deus internado

João de Deus está desde março no Instituto de Neurologia de Goiânia

João de Deus está desde março no Instituto de Neurologia de Goiânia
Metropoles/Igo Estrela/Reuters – 16.12.2018

 

 

 

 

Por unanimidade, os ministros da Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negaram um agravo do Ministério Público Federal e mantiveram a decisão do ministro Nefi Cordeiro que autorizou a internação do médium João de Deus no Instituto de Neurologia de Goiânia (GO).

João de Deus é acusado de abuso sexual e ficou no presídio de dezembro de 2018 até março último, quando o relator do habeas corpus no STJ, Nefi Cordeiro, concedeu o pedido da defesa para que fosse internado, “em razão de seu frágil estado de saúde”.

 

 

 

 

Justiça nega liberdade a militares

Familiares e amigos no enterro do músico Evaldo dos Santos Rosa

Familiares e amigos no enterro do músico Evaldo dos Santos Rosa
Foto: WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDO AGE20190410104 – 10/04/2019 – 17:44

 

 

 

 

O ministro Lúcio Mário de Barros Góes, do Superior Tribunal Militar (STM), decidiu nesta sexta-feira (12) negar o pedido de liberdade de nove militares presos pelo assassinato do músico Evaldo Rosa dos Santos, de 46 anos, alvejado no último domingo com 80 tiros. Para o ministro, não há “aparência de ilegalidade” na decisão que determinou a prisão dos militares.

O carro em que estava Evandro com a família, em Guadalupe, zona norte do Rio, foi metralhado por 80 tiros disparados por militares do Exército no Rio. O veículo foi supostamente confundido com um automóvel em que estariam criminosos.

 

 

 

 

Ensino domiciliar entra na ‘fila’ do Congresso

Congresso Nacional tem 120 dias para votar e aprovar a MP do ensino domiciliar

Congresso Nacional tem 120 dias para votar e aprovar a MP do ensino domiciliar
Folha Vitória

 

 

 

 

O governo federal enviou ao Congresso o texto da Medida Provisória do ensino domiciliar. A MP foi assinada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) durante a cerimônia no Palácio do Planalto que marcou a passagem dos 100 dias de governo e amplia o debate sobre o homeschooling, como também é chamado. A questão agora é a corrida contra o relógio para a votação.

O texto enviado ao Congresso deve ser votado e aprovado em até 120 dias para virar lei. Caso contrário, perderá a validade. E chega à Câmara em um momento conturbado. Deputados discutem pontos da Reforma da Previdência. O governo articula para conseguir os 308 votos necessários para aprovar a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) em dois turnos.

Source: R7


Continua depois da Publicidade

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bombando