Connect with us

Geral

As notícias mais importantes do dia 27 de março de 2019 

Published

on

O dia 27 de março de 2019, quarta-feira, foi marcado pela ida dos ministros da Economia Paulo Guedes e da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro ao Senado para falar, respectivamente, sobre a proposta de reforma da Previdência e sobre o pacote anticrime. Outro destaque foi a alta do dólar, que fechou o pregão do dia perto de R$ 4. Confira essas e outras notícias a seguir:

 

 

Paulo Guedes dá explicações no Senado

O ministro Paulo Guedes, durante audiência no Senado nesta quarta-feira

O ministro Paulo Guedes, durante audiência no Senado nesta quarta-feira
DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO

 

 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, participa nesta quarta-feira (27) de um debate na CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) do Senado para explicar a proposta do governo de reforma da Previdência. A ida do ministro ao Senado ocorre um dia depois de ele ter desistido de comparecer a uma audiência na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados. “Não fazer a reforma é condenar os nossos filhos e netos”, argumentou Guedes, durante sua fala aos senadores. 

Ao ser questionado se sairia do governo caso não conseguisse aprovar a reforma da Previdência, Guedes disse que não brigará para ficar no cargo. “Estou aqui para servi-los, se ninguém quiser o serviço, terá sido um prazer ter tentado. Não tenho apego ao cargo, mas não terei a irresponsabilidade de sair na primeira derrota”, afirmou

 

 

Sérgio Moro fala sobre pacote anticrime

Sérgio Moro, durante sua audiência com senadores nesta quarta-feira

Sérgio Moro, durante sua audiência com senadores nesta quarta-feira
MATEUS BONOMI/AGIF/ESTADÃO CONTEÚDO

 

 

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, compareceu à audiência da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado, da manhã desta quarta (27), para falar sobre as atribuições do ministério e também discutir o projeto anticrime. Segundo o ministro, uma das linhas do ministério é aprofundar a Cooperação Jurídica Internacional. 

Na última semana, o ministro se desentendeu com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Durante a sessão, Moro disse que as questões já foram superadas. “Desejo do governo e o meu é que seja aprovado [o projeto] o quanto antes. Houve uma troca de palavras ásperas [com Maia], mas isso é contornável e temos que decidir o que é melhor para o país.”

 

 

Bolsonaro na cidade de São Paulo

O presidente Bolsonaro chegou à cidade de São Paulo nesta quarta

O presidente Bolsonaro chegou à cidade de São Paulo nesta quarta
Wilson Dias/Agência Brasil 18.01.2019

 

 

O presidente Jair Bolsonaro chegou à cidade de São Paulo nesta quarta-feira (27) para realizar a última revisão pós-operatória no Hospital Albert Einstein, onde ficou 17 dias internado, entre janeiro e fevereiro, após cirurgia de reconstrução do aparelho intestinal e retirada da bolsa de colostomia. A última revisão médica havia ocorrido duas semanas depois da operação, no dia 27 de fevereiro.

Após deixar o hospital, o presidente foi à sede do Comando Militar do Sudeste para apresentação de um projeto sobre grafeno, material resistente a base de carbono considerado revolucionário, desenvolvido pelo Centro Universitário Mackenzie.


Continua depois da Publicidade

 

 

Dólar dispara e vai a R$ 3,95

Dólar subiu nesta quarta-feira e fechou o pregão perto de R$ 4

Dólar subiu nesta quarta-feira e fechou o pregão perto de R$ 4
Pxhere

 

 

A crescente preocupação com a articulação política em relação à reforma da Previdência catapultou o dólar ao maior patamar em quase seis meses nesta quarta-feira (27), com a cotação saltando mais de 2 % e ficando perto da marca de R$ 4. O ambiente externo negativo também pesou, com depreciação de várias divisas de países emergentes, refletindo o temores sobre a economia mundial.

O dólar à vista terminou a sessão em alta de 2,27 %, a R$ 3,9545 na venda. É o maior patamar desde 1º de outubro passado (R$ 4,0183). Na máxima intradiária, a divisa norte-americana bateu R$ 3,9730 na venda. Na B3, a referência do dólar futuro tinha ganho de 2,01 %, a R$ 3,9555.

 

 

Índios protestam na prefeitura de SP

Cerca de 150 indígenas entraram no prédio da Prefeitura para protestar

Cerca de 150 indígenas entraram no prédio da Prefeitura para protestar
Bruno Rocha/Fotoarena/Estadão Conteúdo – 27.03.2019

 

 


Cerca de 150 índios, segundo estimativa da GCM (Guarda Civil Metropolitana) se manifestaram por volta das 10h40 desta quarta-feira (27), em frente ao prédio da Prefeitura de São Paulo, localizado no viaduto do Chá. Ainda segundo a GCM, o grupo entrou no prédio cantando e dançando. Alguns chegaram a subir até o 3º andar do edifício, mas foram retirados pela equipe de seguranças do local.

Os manifestantes pertencem a tribo do Jaraguá, localizada na zona norte da cidade de São Paulo. O protesto teria ocorrido para reivindicar a posse do território indígena na região.

 

 

Divórcio imediato para vítimas de violência

A Câmara aprovou nesta quarta-feira projeto contra a violência doméstica

A Câmara aprovou nesta quarta-feira projeto contra a violência doméstica
Renato Costa/ Framphoto/ Estadão Conteúdo – 13.12.2018

 

 

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (27) projeto que permite à vítima de violência doméstica solicitar ao juiz a decretação imediata do divórcio ou do rompimento da união estável.

Entre as mudanças propostas no projeto estão a necessidade de a vítima ser informada sobre o direito ao divórcio imediato e também de as discussões a respeito da partilha de bens serem feitas posteriormente. O projeto será agora encaminhado ao Senado.

 

 

 

 

 

 

São Paulo acerta com Pato

O atacante Alexandre Pato acertou com o São Paulo e deve ser anunciado

O atacante Alexandre Pato acertou com o São Paulo e deve ser anunciado
São Paulo

 

 

O São Paulo chegou a um acordo e está bem próximo de anunciar a contratação do atacante Alexandre Pato, que estava livre no mercado após rescindir com o Tianjin Tianhai, da China. O clube do Morumbi mudou os moldes de sua proposta e tomou a frente do Palmeiras na negociação nesta quarta-feira. Segundo o colunista do R7 Cosme Rímoli, a negociação envolve R$ 44 milhões, e o atacante receberá R$ 1 milhão por mês.

Pato assinará um contrato válido por quatro temporadas. Até a noite de terça-feira, o Palmeiras estava confiante em fechar com ele até dezembro de 2019, com aumento e luvas altas previstos em contrato.

 

Source: R7


Continua depois da Publicidade

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bombando