Connect with us

Hi, what are you looking for?

40graus

Geral

‘Bolsonaro está apaixonado pela reforma? Claro que não, mas entende que é necessária’, diz Guedes nos EUA

Ministro da Economia Paulo Guedes em Washington

Ministro da Economia Paulo Guedes em Washington
BBC NEWS BRASIL

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quinta-feira em Washington que o presidente Jair Bolsonaro “não é falso”, “não diz que ama a reforma da Previdência”, mas “a entende como necessária”.

“É de coração? Bolsonaro está apaixonado pela reforma? Claro que não”, disse o ministro a uma plateia de economistas, pesquisadores e investidores no Brooking Institute, em Washington.

A proposta enviada pelo governo ao Congresso prevê idade mínima para aposentadoria de 65 anos para homens e 62 para mulheres. O ministro também ressaltou que Bolsonaro “votou contra a reforma da Previdência várias vezes” quando era deputado federal.

“Votou contra. E quando ele foi ao Congresso (já como presidente) ele disse: ‘vejam, eu me arrependo por votar contra.”

“É de coração? Ele está apaixonado pela reforma? Claro que não. Ele é um homem. (Bolsonaro) tem algumas qualidades que são decisivas para a liderança: é transparente, sincero, resiliente, não tem medo de desafios e pronto para apoiar algo que ele não gostaria, mas entende como necessário.”

Guedes, que participa de uma série de reuniões nos Estados Unidos até o próximo domingo, prometeu que a reforma será aprovada até julho.

“Ele (Bolsonaro) não é falso. Não diz que ama a reforma. Não. Ele brinca e diz: ‘para mim, mulheres poderiam se aposentar aos 20 anos’.”

Guedes disse que Bolsonaro 'não é falso', por isso não esconde sua opinião pessoal sobre a reforma

Guedes disse que Bolsonaro ‘não é falso’, por isso não esconde sua opinião pessoal sobre a reforma
EPA/JOEDSON ALVES /BBC NEWS BRASIL

Aplaudido na rua

O ministro fez uma série de comentários sobre a popularidade da reforma durante sua palestra e disse que se tornou “popular” e costuma ser “aplaudido na rua”.

“Ficar popular por defender reforma da Previdência é um sinal da maturidade (da sociedade)”, afirmou. “Eles entendem que poderíamos virar a Grécia ou Portugal.”

Nesta quarta-feira, no entanto, o instituto Datafolha mostrou que 51% dos brasileiros são contra a reforma da Previdência nos termos propostos pelo governo.

Segundo a pesquisa, 41% são a favor, enquanto 7% não sabem e 2% são indiferentes.

Os críticos apontam que o estabelecimento de uma idade mínima para todo o país desconsidera as diferenças sócio-econômicas vistas nos Estados brasileiros.


Continua depois da Publicidade

Enquanto em Santa Catarina a expectativa de vida é de 79,4 anos, em locais Alagoas ou Maranhão, homens vivem em média 67 anos.

Bolsonaro depende de articulação no Congresso para conseguir aprovar reforma e mudanças no sistema de proteção social dos militares Thatcher e 'Chicago Boys'

Bolsonaro depende de articulação no Congresso para conseguir aprovar reforma e mudanças no sistema de proteção social dos militares Thatcher e ‘Chicago Boys’
BBC NEWS BRASIL

“Adoraria fazer o que Ludwig Erhard fez na Alemanha, o que Margaret Thatcher (fez no Reino Unido), o que os ‘Chicago Boys’ fizeram no Chile”, disse Paulo Guedes, defendendo reformas fiscais para o Brasil.

Durante sua fala, o ministro formado na Universidade de Chicago, conhecida pelo enfoque econômico ultraliberal, defensor do Estado mínimo e das privatizações, prometeu “reduzir e simplificar” impostos.

“O mercado é o melhor programa de inclusão que existe”, disse.

“Vamos unir 4, 5 e 6 impostos diferentes em uma única taxa federal simples”, prometeu. “Tudo digital.”

Sobre cortes de gastos públicos, Guedes ironizou o luxo das embaixadas brasileiras no exterior – citando Washington e Roma – em relação à dívida do Estado Brasileiro. “São maravilhosas”, diz. “Eu olho para estas coisas e penso: ‘nós realmente podemos diminuir nossa dívida’.”

“Temos mais de um trilhão em estatais. Temos mais de um trilhão em milhares de propriedades. Até a embaixada aqui, construída nos anos 1930, vale muito dinheiro”, disse, antes de o embaixador Sérgio Amaral entrar no auditório.

“Quando o embaixador disse brincando que está se aposentando mas não trazendo gastos para vocês eu pensei: ‘Bem, podemos vender a casa'”, afirmou, gerando gargalhadas. “Estou dormindo lá, é um lugar ótimo.”

Nesta quarta-feira, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, decidiu remover Amaral do posto, sem anunciar quem será o sucessor.

‘Não tenham pena’ do Brasil

Guedes ressaltou diversas vezes a “força das instituições” brasileiras e a “estabilidade da democracia” do país.

Para o ministro, “as instituições melhoraram e se aperfeiçoaram no Brasil”, enquanto “o Poder Legislativo marcou sua independência” ao promover impeachments de presidentes “tanto à direita quanto à esquerda” – em referência a Fernando Collor de Mello e Dilma Rousseff.

As falas foram interpretadas por parte da plateia como fruto de pressão ou questionamentos que o ministro vem recebendo de investidores americanos sobre o governo Bolsonaro e a sequência de crises políticas e prisões de autoridades no Brasil – como as dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Michel Temer.

“Não tenham pena de nós. Nossa democracia é muito vibrante.”

Source: R7


Continua depois da Publicidade

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Futebol

A Ponte Preta venceu o CRB por 3 a 1, na noite deste domingo, no Moisés Lucarelli, pela Série B. Mesmo com a vitória,...

Futebol

Pela 37ª rodada da Série B, a equipe do CSA recebeu o Brasil de Pelotas, nesta sexta-feira, no estádio Rei Pelé. As duas equipes...

Futebol

This website uses cookies to improve your experience while you navigate through the website. Out of these cookies, the cookies that are categorized as...

Futebol

[unable to retrieve full-text content] Continua depois da Publicidade O post Após goleada, Roberto Fernandes exalta jogadores do CRB e fala do objetivo alcançado...