Connect with us

Cidades

CAPS Anadia lança projeto ‘Dia Legal’

Published

on

Na manhã desta terça-feira (11), o Centro de Atenção Psicossocial – CAPS de Anadia, lançou o projeto ‘Dia Legal’. Com a presença do prefeito Celino Rocha e da Secretária de Saúde, Loanne Vasconcelos, a diretora da Unidade, Kelly Rocha, destacou que o programa visa a inserção social dos usuários, estimulando as relações interpessoais, através de um dia de atividades, fora do ambiente comum do tratamento.

Antes de embarcarem em um confortável ônibus, rumo ao município de Marechal Deodoro, os usuários tomaram um café reforçado e ganharam camisetas personalizadas. “As pessoas que têm sua saúde mental e psicológica abalada por algum motivo, tem tido a atenção total do município. Nossa equipe tem trabalhado para melhorar a assistência e o acompanhamento, e a ideia do projeto é de proporcionar momentos como esse, que resultam em um tratamento mais eficaz com resultados positivos para os pacientes e seus familiares”, explicou Kelly.


Continua depois da Publicidade

Ao desembarcarem na histórica cidade, o grupo conheceu a primeira Igreja da cidade, a casa de Marechal Deodoro da Fonseca – que hoje é um museu -, o Convento de Santa Maria Madalena e o Museu de Arte Sacra Dom Ranulfo, além de vários outros pontos turísticos. Com a orientação da equipe da Unidade e de guias turísticos, os usuários riram, fizeram perguntas e tiraram dúvidas durante toda a visita guiada.

Para a diretora, a ação externa ajuda na socialização do paciente para que ele tenha contato com outra realidade, saindo da sua rotina e vivendo novas experiências. “Trazer os usuários para outro ambiente, faz com que eles se sintam em igualdade perante à sociedade, e, inclusive, ajuda a acabar com os estereótipos criados por uma parte da população”, concluiu.

De acordo com a Secretária de Saúde, Loanne Vasconcelos, o projeto Dia Legal tem como proposta, uma vez em cada mês, proporcionar novos passeios e atividades externas. “O projeto foi abraçado pela Secretaria, pois defendemos que as visitas em ambientes sociais são importantes para o processo de reabilitação e socialização dos pacientes”, finalizou.

fonte: AMA – Associação dos Municípios Alagoanos


Continua depois da Publicidade

Bombando