Connect with us

Cidades

Casal preso em Canapi daria abrigo em casa a suspeitos de roubo a bancos

Published

on

Foto: Larissa Wilson/Ascom-PC/AL

Foto: Larissa Wilson/Ascom-PC/AL

Foram apresentados na Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/AL), na tarde desta quarta-feira (22), em Maceió, o homem e a mulher presos durante uma operação integrada entre as polícias Civil e Militar, deflagrada na manhã da última terça-feira (21), no município de Canapi.

Denival Correia Alves, conhecido como “Galego da Faca”, 53, e Edvete Maria dos Santos, 44, são acusados de darem suporte a membros de uma quadrilha especializada em roubo a banco. A investigação policial apontou que eles davam abrigo a criminosos na residência deles, situada no Assentamento Poço da Pedra, zona rural do município.

O casal foi preso em casa, onde estava um homem identificado como Roberval Oliveira dos Santos, conhecido como “Zé”, 35, que, no momento da ação policial, reagiu atirando contra os policiais e foi atingido durante o confronto. Mesmo baleado, o suspeito ainda tentou correr, mas caiu desfalecido em meio à caatinga.

De acordo com policiais que participaram da ação, Roberval foi socorrido e levado para o Hospital Regional Clodolfo Rodrigues de Melo, localizado em Santana do Ipanema, onde não resistiu aos ferimentos. Ele tinha passagem pela polícia por assalto a banco no Estado da Bahia.

Na casa onde os suspeitos estavam, os policiais apreenderam quatro armas de fogo, sendo uma espingarda 12, uma pistola 9 milímetros e dois fuzis calibres 7,62, além de 162 munições de diversos calibres e um carregador de fuzil 5,56 mm.


Continua depois da Publicidade

Também foram apreendidos três quilos de maconha, 62 bananas de dinamite, 20 espoletas de detonação, três rolos de pavio; seis pares de luvas, duas máscaras anti-fumaça, elásticos e um aparelho de telefone celular.

Antes de serem levados para a SSP/AL, em Maceió, todo o material apreendido e os presos foram conduzidos para a delegacia de Ouro Branco (40º-DP), onde os suspeitos foram autuados por roubo, formação de quadrilha, porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e outros delitos.

“Conseguimos apreender um material muito significativo e estamos prestando conta dessa operação que mostra o valor das polícias no Sertão”, destacou o secretário de Segurança Pública de Alagoas, Lima Júnior, por meio da assessoria de comunicação da secretaria.

A operação deflagrada em Canapi contou com a participação de policiais civis da Delegacia Regional de Polícia de Santana do Ipanema (2ª-DRP) e militares do Pelotão de Operações Policiais Especiais (Pelopes), Grupamento de Polícia Militar (GPM) de Poço das Trincheiras e Serviço de Inteligência, todos pertencentes ao 7º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Santana.

Os trabalhos foram acompanhados pelo chefe do Comando de Policiamento de Área do Interior (CPAI-1), tenente-coronel Thúlio, comandante-geral da Polícia Militar, coronel Marcos Sampaio, e o secretário de Estado da Segurança Pública, coronel Lima Júnior, além do delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, e gerente de Polícia Judiciária da Área 1, delegado Cícero Lima.

Let’s block ads! (Why?)

fonte: Correio Notícia


Continua depois da Publicidade

Bombando