Connect with us

Geral

CCJ prevê votação nesta quarta, mas oposição tenta adiamento

Published

on

Texto foi lido na CCJ da Câmara

Texto foi lido na CCJ da Câmara
DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO

A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara pode votar, nesta quarta-feira (17) a admissibilidade da reforma da Previdência. Deputados da oposição, no entanto, tentarão adiar a votação para semana que vem.


Continua depois da Publicidade

Nesta quarta, parlamentares contrários à proposta do governo madrugaram na porta da CCJ. A deputada Erika Kokay (PT-DF) chegou às 4h40 para ocupar uma cadeira na porta da comissão, que abre às 9h para entrada dos integrantes. Já Júlio Delgado (PSB-MG) está no local desde as 6h20. Os deputados trouxeram nas mãos requerimentos para tentar arrastar os trabalhos.

A oposição tentará apresentar, logo no início da sessão, agendada para as 10h, pedidos de retirada de pauta e questionamentos sobre a inversão da ordem dos trabalhos prevista no regimento interno da Câmara.

Para que a votação seja iniciada, é necessário um quórum de 37 integrantes. A dúvida é se haverá essa quantidade de presenças, sendo que alguns deputados já voltarão nesta quarta a seus redutos eleitorais para passar o feriado de Páscoa.

Além disso, como o Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, mostrou nesta terça-feira (16) deputados contrários à proposta querem retirar da reforma, já na CCJ, pontos polêmicos como o fim do pagamento da multa do FGTS e a restrição ao abono salarial, além do sistema de capitalização.

Na terça, líderes do governo insistiram na intenção de votar a reforma na CCJ antes do feriado. Integrantes do “Centrão”, no entanto, colocavam dúvidas sobre o sucesso da estratégia.

Source: R7


Continua depois da Publicidade

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bombando