Connect with us

Futebol

Conheça o “Luva de Pedreiro”, o jovem que está fazendo sucesso e inspirando o filho do CR7

Published

on

Espontaneidade, carisma e talento fizeram com que Iran Ferreira, conhecido como “O Cara da Luva de Pedreiro”, ganhasse milhões de seguidores nas redes sociais e “explodisse” na web durante as últimas semanas. Natural de Quijingue, cidade de 29 mil habitantes e localizada a 322 km de Salvador, o baiano de 20 anos viralizou mostrando lances de habilidade, explosão e chutes precisos em um campo de terra batida próximo a sua casa.


Utilizando o bordão “receba” e frases motivacionais, o jovem passou a ser conhecido no mundo da bola, ganhando recados em vídeo de clubes como Juventude e Zenit (Rússia), da página da Champions League e do Paulistão, além de jogadores como Neymar (PSG), Hulk (Atlético-MG), Douglas Costa (Los Angeles Galaxy), Lucas Moura (Tottenham), Artur (Bragantino) e Richarlison (Everton).
Vascaíno fanático, Iran Ferreira também já foi prestigiado pelo elenco do Gigante da Colina e passou a inspirar jovens de outras nacionalidades. Um deles foi Cristiano Júnior, filho mais velho de Cristiano Ronaldo, astro do Manchester United e de Portugal, que gravou um vídeo imitando o baiano.

Além dele, outros meninos também passaram a “copiar” o brasileiro, que ficou ainda mais conhecido ao estampar as páginas de grandes veículos de comunicação, como a do jornal espanhol “Marca” e do portal esportivo americano “Bleacher Report”. Ao todo, a sensação das redes sociais já soma mais de 5 milhões de seguidores no TikTok e outros 2,4 milhões no Instagram.


Continua depois da Publicidade


Segundo Iran Ferreira, a iniciativa sempre visou uma boa repercussão para ajudar sua família. “Comecei a fazer vídeo no ano passado, para dar uma renda pra minha família. Eu vi muita gente fazendo vídeo e dando certo, né? Então eu disse: ‘Quer saber de uma, eu vou me aventurar e vou fazer também’. E graças a Deus deu certo”, disse, em entrevista ao “Correio 24 horas”.

O jovem também contou sobre sua vida antes da fama e disse que a ficha ainda não caiu. “Eu trabalhava na enxada, limpando roça, arrancando velame, dando comida às ovelhas, aos gados, limpando o quintal do pessoal. Rapaz, para o pessoal onde eu moro não caiu a ficha ainda. Está começando a cair a ficha agora que eu estou reconhecido, agora que eu estou sendo assessorado. Mas ainda não caiu minha ficha”, relatou.

Fonte: JovemPan


Continua depois da Publicidade

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Bombando