Connect with us

Geral

Corinthians quer, mas já admite ser muito difícil repatriar Sidcley

Published

on

O departamento de futebol do Corinthians chegou a conclusão de que a equipe precisa de um novo lateral esquerdo para a temporada 2020. Tanto Fábio Carille, envolvido nas reuniões para o planejamento da próxima temporada, apesar do momento de instabilidade, quanto os dirigentes corintianos concordam sobre a necessidade.

A irregularidade e a limitação de Danilo Avelar e as dificuldades técnicas de Carlos apresentadas durante toda a temporada determinaram a opção do clube, que no início do ano esteve muito próximo de repatriar Guilherme Arana, sem sucesso.

Sidcley foi campeão paulista pelo Corinthians em 2018 (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

O Corinthians, então, vê com bons olhos a ideia de trazer Sidcley de volta, justamente o lateral que conseguiu substituir Arana e cumprir bem seu papel, principalmente na questão ofensiva, o grande problema do time no momento.

No clube, porém, não há muito otimismo sobre a possibilidade. Sidcley tem contrato até o fim da temporada europeia de 2023, uma multa rescisória registrada em pouco mais de R$ 20 milhões e nenhuma intenção do Dínamo de Kiev em negociar uma venda por valor menor ao da multa.


Continua depois da Publicidade

O empréstimo seria a única alternativa, mas, conforme apurou a Gazeta Esportiva, é algo que os ucranianos não se mostram muito dispostos. Nesse caso, além de convencer os donos dos direitos econômicos do lateral, o Corinthians também teria de resolver a equação em cima do salário do atleta, atualmente muito superior ao teto pago pelo Corinthians.

O Dínamo de Kiev pagou R$ 20 milhões ao Athletico em 2018. O Corinthians recebeu R$ 2 milhões pela taxa de vitrine na época (Foto: Divulgação/DK)

O único ponto favorável ao Corinthians é a vontade de Sidcley. O idioma, o frio e principalmente a distância da filha, que mora com a mãe, em Curitiba, são os fatores que pesam para o brasileiro. Sidcley, inclusive, toparia negociar e até abrir mão de algum valor para voltar ao Brasil.

A carreira do lateral esquerdo é agenciada pela OTB, empresa que recentemente se desgastou com o Corinthians pelas negociações com Romero.

Por ora, não houve qualquer tratativa, o jogador, aliás, só soube da possibilidade devido as manifestações de torcedores em seu perfil no Instagram. O Corinthians quer, mas ainda não sabe o que fazer para tornar o desejo uma realidade.

Há cerca de quatro meses, o Corinthians investiu R$ 3,2 milhões em Danilo Avelar, que pertencia ao Tornio-ITA. O pagamento será feito em duas parcelas. A primeira foi paga em junho e a dívida será quitada no meio do ano que vem.

 

O post Corinthians quer, mas já admite ser muito difícil repatriar Sidcley apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Source: Gazeta Esportiva


Continua depois da Publicidade

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bombando