Connect with us

Cidades

Cosems participa de pesquisa nacional para medir avanços na oferta do SUS

Published

on

Representantes do Grupo de Pesquisas em Economia Política da Saúde da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) se reuniram nessa segunda-feira (5) com a diretora do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas (Cosems) e também secretária de Saúde de Barra de Santo Antônio, Gláucia Torres, para realizarem a pesquisa intitulada “Iniciativas inovadoras na organização das redes assistenciais e regiões de saúde e seu impacto na estruturação da oferta no SUS: um estudo avaliativo”.

Durante a visita, a secretária Gláucia e a apoiadora técnica Flávia Wanderley responderam aos questionamentos dos pesquisadores sobre como funciona a saúde pública no Estado, com foco na regionalização da saúde, o impacto do Programa Mais Médicos para a população alagoana, dentre outras temáticas de igual relevância. Gláucia Torres afirmou que o programa refletiu de forma positiva na assistência prestada aos usuários da Atenção Básica e trouxe como ganho ainda o avanço de outros setores.

A diretora do Cosems ressaltou que os conselhos de Saúde passaram a cobrar que a qualidade do atendimento prestada pelos profissionais do Mais Médicos fosse ampliada para os demais serviços e unidades de Saúde. Os pesquisadores questionaram ainda como se dá o relacionamento entre o Conselho Estadual de Saúde (CES) e o Cosems, bem como a participação destas entidades nas reuniões da Comissão Intergestora Regional (CIR) e Comissão Intergestora Bipartite (CIB).


Continua depois da Publicidade

A pesquisa com as representantes do Cosems foi toda gravada e em cima da coleta de informações focadas no impacto na estruturação da oferta no SUS a partir de iniciativas inovadoras de gestão. Para os pesquisadores, o estudo deve favorecer a tomada de decisão na perspectiva da efetivação do cuidado em saúde para os usuários do sistema. Os estudiososo iniciaram o trabalho em janeiro de 2015 e pretendem terminá-lo em dezembro deste ano.

Os componentes do grupo são João Carlos Batista Santos, mestrando em Saúde Coletiva; Juliana Gonçalves, mestra em Saúde Coletiva e doutoranda em Saúde Pública pela Fiocruz, Pernambuco; Rogério Fabiano Gonçalves, professor da Universidade de Pernambuco e a coordenadora do Grupo de Pesquisa, Adriana Falangola Benjamin Bezerra, professora doutora do Departamento de Medicina Social da UFPE. Vale ressaltar que a UFPE é uma das instituições participantes da pesquisa, fazendo também parte a Fiocruz Pernambuco e a Universidade de Pernambuco.

 

 

Mary Wanderley

Assessoria de Comunicação do Cosems

fonte: AMA – Associação dos Municípios Alagoanos


Continua depois da Publicidade

Bombando