Connect with us

Hi, what are you looking for?

40graus

Geral

Dallagnol queria acelerar ações contra Jacques Wagner, diz jornal

Procurador teria acelerado ações contra o senador petista em grupo da Lava Jato

Procurador teria acelerado ações contra o senador petista em grupo da Lava Jato
Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil – 14.11.2016

Novos trechos das conversas de Deltan Dallagnol sobre as investigações da Lava Jatto, divulgado pela Folha de S. Paulo e o The Intercept Brasil neste sábado (29), indicadam que o procurador queria acelerar as ações contra Jacques Wagner (PT-BA) em outubro de 2018.

Leia também: Novas mensagens mostram críticas de procuradores a Sergio Moro

De acordo com as mensagens, Dallagnol queria fazer busca e apreensão sobre o político, recém-eleito senador pela Bahia, por ‘questão simbólica’.

No dia 24 de outubro, dia em que ocorreram as trocas de mensagens, o juiz Sergio Moro já era cotado para virar ministro de Jair Bolsonaro — que disputava com Fernando Haddad (PT-SP) o segundo turno das eleições.


Continua depois da Publicidade

Em uma das conversas, Dallagnol pergunta: “Caros, Jaques Wagner evoluiu? É agora ou nunca… Temos alguma chance?”. Um procurador identificado como Athayde (que, segunda a colunista Mônica Bergamo, é provavelmente Athayde Ribeiro Costa) responde: “As primeiras quebras em face dele não foram deferidas”. Mas novos fatos surgiram e eles iriam “pedir reconsideração”.

“Isso é urgentíssimo. Tipo agora ou nunca kkkkk”, responde Dallagnol. Athayde diz que “isso não impactará o foro”. O procurador responde: “Não impactará, mas só podemos fazer BAs [operações de busca e apreensão] nele antes [da posse]”.

Ainda no grupo, uma procuradora pondera que o petista já sofrera uma busca: “Nem sei se vale outra”. Dallagnol responde: “Acho que se tivermos coisa pra denúncia, vale outra BA até, por questão simbólica”. E completa: “Mas temos que ter um caso forte”.

Athayde então informa que seria “mais fácil” Wagner aparecer “forte” em outro caso, e o procurador finaliza: “Isso seria bom demais”.

Procurada a assessoria da Lava Jato diz que “o material não permite constatar o contexto e a veracidade do conteúdo. Os integrantes da força-tarefa pautam suas ações pessoais e profissionais pela ética e pela legalidade. A investigação, o pedido, a decisão e a execução de buscas e apreensões demandam semanas ou meses o que torna indigna de credibilidade a suposta mensagem”.

Source: R7


Continua depois da Publicidade

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Futebol

Nesta terça-feira, o CSA venceu o Moto Club por 2 a 0, no Rei Pelé, em jogo de volta válido pela Pré-Copa do Nordeste....

Futebol

A Ponte Preta venceu o CRB por 3 a 1, na noite deste domingo, no Moisés Lucarelli, pela Série B. Mesmo com a vitória,...

Futebol

Pela 37ª rodada da Série B, a equipe do CSA recebeu o Brasil de Pelotas, nesta sexta-feira, no estádio Rei Pelé. As duas equipes...

Futebol

This website uses cookies to improve your experience while you navigate through the website. Out of these cookies, the cookies that are categorized as...