Connect with us

Cidades

Educação Especial inicia curso de Formação na Perspectiva da Educação Inclusiva para servidores

Published

on

Professores das salas de recursos, cuidadores, intérpretes e professores do EJA para alunos com necessidades especiais terão formação de três meses com foco na educação inclusiva em Marechal Deodoro

 

imageProfessores das Salas de Recursos, cuidadores, intérpretes e professores do EJA para alunos com necessidades especiais iniciaram, na tarde desta quarta-feira (14), o 1º Curso de Formação em Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. O curso, promovido pela Secretaria Municipal de Educação, vai durar três meses e tem como objetivo qualificar os profissionais que realizam um trabalho de educação voltado para pessoas com necessidades especiais no município.

Durante o primeiro encontro, a coordenadora da Educação Especial, Monalisa Albuquerque, falou sobre o contexto histórico da Educação Especial; a Educação Inclusiva no Ensino Regular; Diversidade: diferenças individuais e grupais e sobre as deficiências e suas características. Além da parte teórica, os servidores participaram de algumas dinâmicas relacionadas ao tema.

“Esta é uma formação que irá até o mês de agosto e terá alguns encontros por mês, totalizando quarenta horas. Todo o conteúdo passado no Curso é de grande importância para fundamentar o trabalho de todos e, principalmente, para que eles estejam qualificados para realizar um melhor atendimento aos estudantes com necessidades especiais. Hoje temos em torno de 190 alunos deficientes matriculados na rede municipal”, explicou Monalisa Albuquerque.


Continua depois da Publicidade

Marechal Deodoro possui, atualmente, treze escolas com salas de recursos multifuncionais em atendimento. Na educação especial e inclusiva, os alunos com necessidades especiais estudam na sala regular em um horário e no contra turno, têm atividades nas salas de recursos, com os professores. Nas escolas onde não têm salas de recursos, os alunos são acompanhados por cuidadores e, após o horário de aulas regulares, eles são levados no transporte escolar para a sala de recurso de alguma escola.

Ao todo, 57 servidores, entre professores das salas de recursos, professores do EJA para alunos com necessidades especiais, cuidadores e intérpretes estão participando do curso. O Secretário de Educação, Marcelo Beltrão, participou da abertura do Curso de Formação, que teve uma apresentação de música do servidor Edimilson Alves, que é autista. O secretário parabenizou a coordenação pela iniciativa e pediu dedicação dos servidores.

“Primeiramente gostaria de parabenizar o Edilson pelo talento e que esta apresentação nos sirva de incentivo para descobrirmos mais talentos nos nossos alunos com necessidades especiais. Trabalhar nesta área é uma missão, tem que ter muita sensibilidade e a responsabilidade é ainda maior. Vocês estão neste grupo e não é por acaso. Acreditamos muito no trabalho de vocês e peço que tenham a máxima dedicação para que lá no final, nós possamos comemorar os avanços. Aproveite o curso e tirem o máximo de aprendizado que puderem. Nós da Secretaria de Educação e o prefeito Cacau estamos dando total apoio ao trabalho de vocês”, disse o secretário Marcelo Beltrão.

ASCOM MARECHAL

fonte: AMA – Associação dos Municípios Alagoanos


Continua depois da Publicidade

Bombando