Connect with us

Hi, what are you looking for?

40graus

Geral

General Mourão nega ser contraponto a Bolsonaro

Vice-presidente Hamilton Mourão cumpre agenda nos Estados Unidos

Vice-presidente Hamilton Mourão cumpre agenda nos Estados Unidos
Tânia Rego/Agência Brasil 02.04.2019

O vice-presidente, general Hamilton Mourão, rechaçou neste sábado (6) críticas de que estaria atuando como um contraponto ao presidente Jair Bolsonaro. “Jamais. Eu sou complementar ao presidente, eu complemento ele”, disse Mourão, ao ser questionado se adotava um antagonismo a Bolsonaro.

Aliados do presidente têm se incomodado com o que consideram agendas do vice-presidente que “destoam da linha do governo” e declarações recentes de Mourão que “parecem contrariar ou desautorizar posições prévias do presidente”, segundo fonte do governo.

A fala de Mourão aconteceu nos Estados Unidos, onde ele tem agenda criticada por ala do governo. Os encontros do vice-presidente na manhã deste sábado incluíram, por exemplo, uma reunião de cerca de uma hora com o ex-ministro Mangabeira Unger, que já criticou o governo Bolsonaro. Mangabeira foi também o guru de Ciro Gomes (PDT) durante a campanha eleitoral de 2018.


Continua depois da Publicidade

Nesta sexta-feira, no evento organizado por alunos brasileiros de Harvard e do MIT, Ciro afirmou que Mourão quer “de forma descarada” ocupar o lugar de Bolsonaro e chamou o presidente de “idiota”.

Mourão entrou na mira de ala do governo mais alinhada com o escritor Olavo de Carvalho. O vice-presidente minimizou os incômodos e disse não se importar com críticas. “A crítica faz parte do jogo político, eu não me importo com crítica”, disse Mourão neste sábado.O vice-presidente também se reuniu com o empresário Jorge Paulo Lemann.

Por incomodar uma ala do Planalto, a viagem de Mourão é encarada como uma “viagem pessoal” dentro do governo. Apenas a visita a Pence teria contado com o intermédio da área internacional do Planalto.

A agenda de Mourão prevê ainda uma entrevista à rede de televisão CNN. A emissora é crítica ao presidente dos EUA, Donald Trump, que já chamou jornalistas da CNN de “fake news”.

Quando esteve em Washington, há pouco mais de 15 dias, Bolsonaro decidiu dar uma entrevista à FOX News, a emissora que é geralmente elogiada por Trump e frequentemente escolhida pelo governo americano para entrevistas exclusivas.

O governo Bolsonaro tem feito um movimento de aproximação da gestão de Trump.

Source: R7


Continua depois da Publicidade

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Futebol

This website uses cookies to improve your experience while you navigate through the website. Out of these cookies, the cookies that are categorized as...

Futebol

[unable to retrieve full-text content] Continua depois da Publicidade O post Após goleada, Roberto Fernandes exalta jogadores do CRB e fala do objetivo alcançado...

Futebol

Nesta terça-feira, Botafogo-SP e CSA se enfrentaram em Ribeirão Preto pela 36ª rodada da Série B do Brasileiro. A equipe de Maceió venceu por...

Futebol

Nas rodadas finais da Série B do Campeonato Brasileiro, o CSA busca a vitória diante do Botafogo-SP para tentar estar entre os quatro primeiros...