Connect with us

Cidades

Ilha do Ferro, em Pão de Açúcar, ganha museu no próximo dia 15

Published

on

Museu reúne peças dos artistas da Ilha do Ferro, que incluem escultores e bordadeiras, com vistas à preservação da memória e congregação do trabalho realizado pela comunidade – Foto: Itawi Albuquerque/Agência Alagoas

Museu reúne peças dos artistas da Ilha do Ferro, que incluem escultores e bordadeiras, com vistas à preservação da memória e congregação do trabalho realizado pela comunidade – Foto: Itawi Albuquerque/Agência Alagoas

A Universidade Estadual de Alagoas (UNEAL), por meio do Núcleo de Pesquisa em Literatura e Artes Visuais (Nuplav), realiza a inauguração oficial do Espaço de Memória Artesão Fernando Rodrigues dos Santos, na quinta-feira (15), às 10h, no povoado Ilha do Ferro, zona rural do município Pão de Açúcar (AL), às margens do Rio São Francisco.

O museu reúne peças dos artistas da Ilha do Ferro, que incluem escultores e bordadeiras, com vistas à preservação da memória e congregação do trabalho realizado pela comunidade num espaço museológico apropriado.

“Para marcar esse momento histórico, iremos realizar uma programação de três dias na comunidade, com início no dia 14 de junho, com missa e culto; a inauguração oficial no dia 15, e show de acordeon no dia 16”, informa o reitor da Uneal, Jairo José Campos da Costa.


Continua depois da Publicidade

A obra teve investimentos na ordem de R$ 20 mil da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal), com contrapartida de R$ 15 mil da Universidade, por meio de Auxílios ao Pesquisador.

O prédio foi doado pela Prefeitura de Pão de Açúcar, através da lei municipal n0. 456, de 13 de outubro de 2015. A doação foi autorizada pelo prefeito da cidade, Jorge Dantas e apoiada pela Câmara Municipal, que aprovou a referida lei.

O projeto conta com a colaboração do arquiteto Rafael Brandão, da museóloga Carmen Lúcia Dantas, do curador Paulo Gomes e o apoio da Galeria Karandash.

Homenagem

O nome do Espaço é uma homenagem ao artesão Fernando Rodrigues dos Santos, precursor da produção de arte na Ilha do Ferro, com suas cadeiras artesanais, que têm na madeira típica da caatinga das margens do Rio São Francisco seus elementos preponderantes. Ele foi Patrimônio Vivo de Alagoas, sendo, ao lado de Irineia do Muquém, entre os mais condecorados do Estado.

Mais informações acerca do Espaço de Memória Artesão Fernando Rodrigues dos Santos estão disponíveis também na plataforma on-line do IBRAM: http://museus.cultura.gov.br/espaco/12243/.

Let’s block ads! (Why?)

fonte: Correio Notícia


Continua depois da Publicidade

Bombando