Connect with us

Geral

Ministério da Agricultura firma acordo para segurança alimentar

Published

on

Acordo foi firmado pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina

Acordo foi firmado pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina
Antonio Cruz/ Agência Brasil

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, firmou um acordo conjunto com os líderes da Agricultura do Hemisfério Ocidental para defender a segurança alimentar global, em encontro paralelo à Reunião dos Ministros de Agricultura do G20, em Niiagata, no Japão, neste domingo (12).

O grupo firmou a intenção de trabalhar em conjunto “em defesa da segurança alimentar global e do comércio agrícola, com base em princípios científicos e de análises de risco”.

Além da ministra, estiveram na reunião de líderes o secretário de Agroindústria da Argentina, Luiz Miguel Etchevehere; a ministra da Agricultura e Alimento Agrícola do Canadá, Marie-Claude Bibeau; o secretário de Agricultura e Desenvolvimento Rural do México, Victor Villalobos, e o secretário de Agricultura dos Estados Unidos, Sonny Perdue.


Continua depois da Publicidade

No comunicado conjunto, os cinco países defendem o papel que ciência e inovação terão para alimentar a crescente população mundial. “Com a população mundial projetada para alcançar 9,8 bilhões em 2050, ciência e inovação terão papel chave para permitir que produtores agrícolas alimentem a todos de forma segura.”

Veja o comunicado completo abaixo:

“Juntos, comprometemo-nos a trabalhar em parceria e em conjunto com outros países para apoiar abordagens regulatórias baseadas em risco e ciência, previsíveis, consistentes e transparentes. Nossas cinco nações reconhecem que inovações no setor agrícola contribuem para melhorar a produtividade – inclusive de pequenos produtores, de jovens fazendeiros e de mulheres da área rural – de forma segura e sustentável e, também, para a capacidade de nossos países de atender à crescente demanda global por alimentos. Com a população mundial projetada para alcançar 9,8 bilhões em 2050, ciência e inovação terão papel chave para permitir que produtores agrícolas alimentem a todos de forma segura.

Como líderes agrícolas do Hemisfério Ocidental, nós afirmamos nossa intenção de trabalhar juntos em defesa do comércio agrícola global, baseado em princípios científicos e análises de risco. Também afirmamos nossa intenção de permitir aos produtores acesso às ferramentas necessárias para: aumentar a produtividade; reduzir perda e desperdícios de alimentos; proteger o solo, a água e a biodiversidade; e produzir alimentos seguros, nutritivos e acessíveis durante todo o ano para o benefício da população mundial.”

Source: R7


Continua depois da Publicidade

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bombando