Connect with us

Cidades

Municípios alagoanos vão receber 290 mil pacotes de fraldas geriátricas

Published

on

A Diretoria Executiva do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas (Cosems) se reuniu nessa segunda-feira (15) com o secretário de Estado da Saúde, Christian Teixeira, técnicos e superintendentes vinculados à pasta com o intuito de alinhar as ações e agilizar os pleitos dos municípios alagoanos.

O diálogo constante entre Cosems e Sesau culminou na liberação, a partir desta semana, de aproximadamente 290 mil pacotes de fraldas geriátricas para os municípios alagoanos, por meio do sistema Horus (Sistema Nacional de Gestão da Assistência Farmacêutica).

De acordo com o secretário Christian, são dois quantitativos de fraldas que serão distribuídos nesta terça-feira (16) e quarta-feira (17) para a Coordenadoria de Assistência Farmacêutica (CAF), que dará encaminhamento para os municípios de acordo com planilha previamente acordada. A presidente do Cosems, Normanda Santiago, ressaltou a importância da parceria com o Estado no sentido de alinhar as ações e dar celeridade as questões que preocupam os gestores municipais.

Na opinião dela, as reuniões entre as partes têm refletido na regularização dos repasses financeiros estaduais, a exemplo do Promater, Prohosp, Provida e Invig. Outro ganho das reuniões entre Conselho e Estado diz respeito à renovação da frota pelo Estado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que está em fase adiantada de negociação.


Continua depois da Publicidade

No tocante à falta de mais de 30 itens de medicamentos excepcionais para os municípios alagoanos há mais de um ano, a responsável pela CAF, Ana Cândido, afirmou que a Sesau está mudando a lógica dos processos e diminuindo o número de medicamentos por lote e priorizando a patologia.

Ela disse que já foram abertos 15 novos processos com a nova metodologia, priorizando por patologia de maior ocorrência para só depois ir para a Amgesp licitar a compra deles. O secretário disse que conseguiu ampliar o quadro de pregoeiros da Agência de Modernização da Gestão de Processos (Amgesp) e que vai priorizar os processos de compra da Saúde.

No que diz respeito à Farmácia Básica, o secretário Christian se comprometeu com a Diretoria do Cosems e manter a regularidade dos repasses que no ano passado chegou a seis meses e agora só está em aberto o mês de abril. Outra negociação que está em fase adiantada é referente ao retorno do financiamento do Estado para a Atenção Básica, suspenso desde abril de 2016.

“Estamos na fase de discussão do elenco dos indicadores que são prioridades para a Atenção Básica e então formataremos a nova proposta para o retorno do financiamento em questão”, destacou Normanda. Já o processo para a aquisição das tiras e lancetas para os municípios, uma pendência que há meses aflige os gestores, o secretário também reconheceu como prioridade e garantiu que o processo está em fase de cotação.

 

Mary Wanderley

Assessoria de Comunicação do Cosems

fonte: AMA – Associação dos Municípios Alagoanos


Continua depois da Publicidade

Bombando