Connect with us

Cidades

Municípios atingidos pelas enchentes recebem medicamentos

Published

on

Para atender os desabrigados e desalojados dos 13 municípios mais afetados pelas fortes chuvas, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) começou a distribuição dos 27 kits de medicamentos e insumos enviados pelo Ministério da Saúde (MS). Marechal Deodoro, cidade mais atingida pelo temporal, foi o primeiro município a receber os kits enviados pelo Ministério da Saúde (MS).

Ao todo foram destinados para a Secretaria de Saúde de Marechal Deodoro seis kits. Cada um deles contem 30 tipos de medicamentos e 18 de insumos e podem atender até 500 pessoas desabrigadas durante um período de até três meses.

Além de Marechal Deodoro, Atalaia, Cajueiro, Capela, Colônia Leopoldina, Coqueiro Seco, Jacuípe, Maceió, Murici, Pilar, Quebrangulo, Rio Largo, União dos Palmares e Viçosa também irão receber os kits para ajudar as pessoas desabrigadas nessas localidades. Caso o material enviado não seja suficiente, a Sesau pode solicitar mais kits, que serão encaminhados entre 24 e 48 horas para o Estado.

De acordo com Sybelle Lima, assessora técnica da Assistência Farmacêutica da Sesau, ao todo Alagoas recebeu 27 kits, que somam sete toneladas e meia de medicamentos e insumos. Cada kit pode atender até 500 pessoas desabrigadas durante um período de até três meses.


Continua depois da Publicidade

“Foi de suma importância o envio dos kits para reforçar o abastecimento nas cidades afetadas pelas enchentes no Estado, em decorrência da urgência que a população estava precisando”, disse Sybelle Lima. Ela informou nesta terça-feira (6) irá prosseguir a entrega dos kits aos demais municípios prioritários.

Segundo Lenyana Oliveira, coordenadora de Atenção Básica da Central de Abastecimento Farmacêutico de Marechal Deodoro, das 15 unidades de saúde do município, apenas a localizada no bairro do Barro Vermelho foi afetada pelas chuvas, perdendo todo o estoque de medicamentos para o mês de junho.

“Já podemos perceber o aumento de algumas doenças, como a diarreia. Para o tratamento desses casos, são necessário sais para reidratação oral, além de antibióticos, analgésicos e insumos como ataduras, luvas e fios de sutura, que consta no material entrega pela Sesau”, salientou a coordenadora de Atenção Básica da Central de Abastecimento Farmacêutico de Marechal Deodoro.

fonte: AMA – Associação dos Municípios Alagoanos


Continua depois da Publicidade

Bombando