Connect with us

Hi, what are you looking for?

40graus

Cidades

O significado do Domingo de Ramos na abertura da Semana Santa dos cristãos

Foto: Reprodução/Internet

Foto: Reprodução/Internet

O Domingo de Ramos dá início à Semana Santa, data que antecede a Páscoa. Para os cristãos, é um momento de celebração que lembra a entrada de Jesus em Jerusalém, da Paixão de Cristo, sua morte na cruz e a ressurreição, considerada pelo Cristianismo a esperança viva dada por Deus aos homens.

A missa do Domingo de Ramos é uma das mais aguardadas durante todo o ano, pois traz a narrativa de São Lucas sobre a Paixão de Nosso Senhor Jesus: sua angústia e maus-tratos ocorridos no Horto das Oliveiras.

O sentido deste dia é mostrar a peregrinação sobre a terra que cada cristão realiza a caminho da vida eterna com Deus. Durante os 40 dias que precedem a Semana Santa e a Páscoa – período conhecido como Quaresma – os cristãos se dedicam à penitência para lembrar os dias passados por Jesus no deserto e os sofrimentos que ele suportou na cruz.

Segundo a Bíblia, supostamente Jesus teria participado de várias celebrações pascais, ainda criança, quando era levado pelos seus pais, José e Maria. Essa data já era comemorada antes do surgimento do Cristianismo. Tratava-se da comemoração do povo Judeu por terem sido libertados da escravidão no Egito.


Continua depois da Publicidade

Desde então, a Páscoa tem sido comemorada em vários países, e costuma ser entre o mês de março e o mês de abril. Assim como quase todas as celebrações, principalmente religiosas, a Páscoa é recheada de símbolos representativos. A maioria destes símbolos, no entanto, foram sincretizados pela igreja a partir de costumes e rituais pagãos ou de outras religiões.

O coelho da Páscoa, por exemplo, se tornou um dos principais símbolos desta festividade em referência às comemorações feitas pelos povos antigos durante o começo da primavera. Acreditava-se que o coelho era a representatividade da fertilidade e do ressurgimento da vida. Outro elemento que também ganhou destaque nesta época foi o ovo da Páscoa, pois se acreditava que ele representa o começo da vida.

São costumes antigos que ultrapassaram gerações e hoje fazem parte das celebrações: presentear os amigos e familiares com ovos significava a fertilidade e a vida. Porém, no mundo moderno, o ovo é fabricado com chocolate e se tornou lucro, pois em nada simboliza as festividades cristãs.

Por isso, é importante, para os cristãos, sempre refletir sobre os costumes que realmente estão vinculados à prática da religião e sobre aqueles que foram agregados pelo capitalismo como forma de enriquecer empresas e pessoas. Outra necessidade – para aqueles que criam seus filhos baseados na fé cristã – é ajudar os mais jovens, principalmente os adolescentes e as crianças, a fazer essa distinção.

Let’s block ads! (Why?)

fonte: Correio Notícia


Continua depois da Publicidade

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Cidades

Entrada da cidade de São José da Tapera, no Sertão de Alagoas – Foto: Arquivo/Diego Barros Entrada da cidade de São José da Tapera,...

Cidades

Foto: Reprodução/Internet Foto: Reprodução/Internet Oito municípios do Sertão de Alagoas registraram homicídios em fevereiro deste ano, segundo as estatísticas da Secretaria de Estado da...

Cidades

José Caitano Neto, que supostamente comandava o esquema, em delegacia em São Miguel Paulista (SP) – Foto: Reprodução/TV Globo José Caitano Neto, que supostamente...

Cidades

Alyson Dantas já teve oportunidade de trabalhar com o técnico Evandro Guimarães nesta quinta-feira (29) – Foto: Cortesia Alyson Dantas já teve oportunidade de...