Connect with us

Cidades

Prefeito e empresários assinam Termo de Acordo Judicial para reabertura de barracas da Praia do Francês

Published

on

O prefeito Cláudio Filho Cacau assinou o Termo de Acordo Judicial que permite a reabertura das barracas da Praia do Francês, lacradas no dia 08 de março. O termo também foi assinado pelos proprietários das treze barracas.

Após o recolhimento das assinaturas em Marechal Deodoro, que ocorreu no Salão Nobre do Palácio Provincial, o documento foi encaminhado para a Superintendência de Patrimônio da União em Alagoas, onde será assinado pelo superintendente Victor Braga, e depois segue para a assinatura dos representantes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Advocacia Geral da União e Ministério Público Federal.

Tão logo o Termo de Acordo Judicial seja assinado por todos os órgãos, as barracas serão desembargadas pelo IBAMA e reabertas.

Para o prefeito Cláudio Filho Cacau, a assinatura do documento é uma grande conquista não só para os donos das barracas, como também para a economia de Marechal Deodoro e do Estado.

“A assinatura deste documento é uma grande vitória para todos nós. As barracas da Praia do Francês existem há mais de 25 anos e desde então geram emprego e renda não somente para nosso município, como para o Estado. A reabertura significa manutenção dos empregos, geração e renda para todo o comércio da Praia do Francês e a volta do turista, já que somos um destino nacional. Estamos correndo para que este documento seja assinado por todos ainda hoje”, destacou o prefeito Cacau.


Continua depois da Publicidade

Termo de Acordo Judicial

A proposta apresentada pelo prefeito Cláudio Filho Cacau foi aprovada pelos órgãos e donos de barracas, entretanto, passou por algumas modificações.

No documento assinado nesta segunda-feira, fica estabelecido como data limite para a desocupação das barracas pelos proprietários o dia 01 de novembro de 2017. Após esta data, todas as barracas devem ser demolidas.

Durante este prazo, além da permissão do IBAMA para funcionarem, os estabelecimentos se comprometem a aceitar a limitação do número de mesas e cadeiras, que serão determinadas pelo município, além de manterem uma lixeira em cada uma das mesas para o recolhimento dos resíduos.

O município se compromete a finalizar o projeto de urbanização na orla até o dia 01 de novembro, podendo o prazo ser prorrogado por mais sessenta duas.

“Nós já demos início ao projeto de urbanização e em breve iremos apresentar aos donos das barracas e à comunidade do Francês para que possamos discutir. Também vamos apresentar ao ministro Marx, e buscar recursos também junto à bancada federal”, disse o prefeito Cláudio Filho Cacau.

fonte: AMA – Associação dos Municípios Alagoanos


Continua depois da Publicidade

Bombando