Connect with us

Hi, what are you looking for?

40graus

Geral

Projeto prevê ‘investigado acusar o investigador’, diz Deltan

O procurador da República Deltan Dallagnol

O procurador da República Deltan Dallagnol
Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil – 14.11.2016

O procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato no Paraná, denunciou “pegadinhas” no projeto de abuso de autoridade que, segundo ele, “colocam em risco o combate à corrupção”.

Leia mais: Raquel Dodge vê ‘efeito paralisante’ em lei do abuso de autoridade

Nesta quarta-feira (26), a Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou o projeto de lei da Câmara (PLC 27/2017) que prevê medidas contra a impunidade e a corrupção.

O projeto tem origem no famoso “10 medidas contra a corrupção”, que a força-tarefa da Lava Jato levou ao Congresso, em 2017, mas acabou desfigurado por parlamentares. O projeto será submetido agora ao crivo do plenário do Senado.

O que incomoda Deltan é o texto que prevê sanções a magistrados e a promotores e procuradores por abuso de autoridade.


Continua depois da Publicidade

Ele postou em sua conta no Twitter: “IMPORTANTE: hoje o Senado vota projeto de abuso de autoridade com pegadinhas que colocam em risco o combate à corrupção. A luta contra a corrupção precisa do apoio dos senadores e dos brasileiros.”

Deltan também fez um vídeo, em que aponta as preocupações suas, de sua classe e dos magistrados.

Na avaliação do procurador, se aprovado, o projeto “pode significar um obstáculo na luta contra a corrupção”.

Ele esclareceu a seus seguidores. “Olá pessoal. Esse projeto é fruto daquelas 10 medidas contra a corrupção, mas em vez de avançar na luta contra a corrupção, depois de ter sido muito deturpado, se for aprovado vai significar um grande retrocesso.”

O que o angustia mais: “A possibilidade de o investigado investigar e acusar o próprio investigador.”

“Por isso somos contra esse projeto”, prega. “Somos, sim, a favor de punição adequada do crime de abuso de autoridade, consistente, como aquela prevista no projeto de lei apresentado em 2017 no Senado, que não tem pegadinhas e que avança nesse sentido.”

Deltan reiterou os objetivos da força-tarefa da Lava Jato. “Nós, da Lava Jato, queremos continuar prestando um bom serviço à sociedade brasileira.”

Ele destacou o feito anunciado nesta terça, 25, em que o primeiro acordo global no âmbito da Lava Jato – envolvendo o Ministério Público Federal, a Advocacia-Geral da União, a Controladoria-Geral da União e o Departamento de Justiça dos Estados Unidos – resultou na recuperação de R$ 819 milhões para a Petrobras.

Source: R7


Continua depois da Publicidade

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Futebol

[unable to retrieve full-text content] Continua depois da Publicidade O post Emprestado pelo Athletico, Reginaldo comemora boa fase no CRB apareceu primeiro em Gazeta...

Futebol

Nesta terça-feira, o CSA venceu o Moto Club por 2 a 0, no Rei Pelé, em jogo de volta válido pela Pré-Copa do Nordeste....

Futebol

A Ponte Preta venceu o CRB por 3 a 1, na noite deste domingo, no Moisés Lucarelli, pela Série B. Mesmo com a vitória,...

Futebol

Pela 37ª rodada da Série B, a equipe do CSA recebeu o Brasil de Pelotas, nesta sexta-feira, no estádio Rei Pelé. As duas equipes...