Connect with us

Hi, what are you looking for?

40graus

Geral

Queda no faturamento confirma dificuldade de recuperação, diz CNI

Faturamento da indústria caiu 6,3%

Faturamento da indústria caiu 6,3%

Juca Varella/Folhapress – 18.06.2014

A indústria brasileira continua com dificuldades e, desde a greve dos caminhoneiros em maio passado, o setor não consegue engrenar em uma sequência de bons resultados que poderiam sugerir recuperação da atividade. É o que diz a pesquisa Indicadores Industriais de março, divulgada nesta quinta-feira (2) pela CNI (Confederação Nacional da Indústria). No mês, o faturamento industrial teve mais uma queda, de 6,3%, as horas trabalhadas na produção diminuíram 1,5% e a utilização da capacidade instalada recuou 0,9% em relação a fevereiro na série livre de influências sazonais.

Dentre os componentes da pesquisa, emprego e massa salarial se mantiveram estável em março. No mês, apenas o rendimento médio real do trabalhador da indústria teve aumento, de 1,2%, após os ajustes sazonais. “O crescimento reverte a queda observada em fevereiro, de 0,9%”, cita o documento.


Continua depois da Publicidade

Com a estabilidade de março, é a sétima vez nos últimos 12 meses que o emprego não se altera na comparação mensal. No entanto, o emprego está apenas 0,1% acima do registrado em março de 2018 e, na comparação entre os primeiros trimestres de 2019 e 2018, não há alteração.

Já a massa salarial manteve-se estável em março, na série dessazonalizada, depois de queda de 3,6% acumulada nos dois meses anteriores. “A massa salarial de março de 2019 é 2,7% menor que a registrada no mesmo mês de 2018. Ao se comparar o 1º trimestre dos mesmos anos, o recuo é de 2,4%”.

Análise

Segundo o economista da CNI Marcelo Azevedo, “três problemas impedem a recuperação da indústria. Um é a falta de demanda. O outro é o excesso de estoques, que elevam os custos das empresas e, finalmente há a questão financeira”.

O economista destaca que as empresas continuam com a situação financeira debilitada, “o que adia as decisões sobre a produção e o emprego”.

Trimestre

O estudo mostra ainda que, no primeiro trimestre deste ano em comparação com último trimestre de 2018 na série dessazonalizada o faturamento da indústria teve queda de 4,1%.

No mesmo período, a utilização da capacidade instalada recuou 0,3% e as horas trabalhadas na produção subiram apenas 0,2%.

O emprego subiu apenas 0,1%, a massa real de salários caiu 0,8% e o rendimento médio do trabalhador teve queda de 1,5%.

Source: R7


Continua depois da Publicidade

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Futebol

This website uses cookies to improve your experience while you navigate through the website. Out of these cookies, the cookies that are categorized as...

Futebol

This website uses cookies to improve your experience while you navigate through the website. Out of these cookies, the cookies that are categorized as...

Futebol

Neste sábado, CSA e Avaí empataram por 1 a 1, no Estádio Rei Pelé em uma partida da Série B do Brasileiro que ficou...

Futebol

This website uses cookies to improve your experience while you navigate through the website. Out of these cookies, the cookies that are categorized as...