Connect with us

Hi, what are you looking for?

40graus

Geral

Rodrigo Maia e Hamilton Mourão criticam prefeito de Nova York

Presidência culpou de Blasio ao cancelar viagem

Presidência culpou de Blasio ao cancelar viagem
Alan Santos/Presidência da República – 19.3.2019

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, saíram em defesa de Jair Bolsonaro após a viagem do presidente a Nova York ser cancelada, em meio a um boicote que teve participação do prefeito da cidade, o democrata Bill de Blasio.

Maia disse que o prefeito de Nova York “critica a intolerância de Jair Bolsonaro mas age da mesma forma”.

“Discordo em muitas coisas do presidente Bolsonaro na agenda de valores mas não há saída para os nossos desafios sem diálogo e respeito.”

Já o vice-presidente foi mais duro. Disse que o prefeito nova-iorquino “ofende todo o Brasil, que é representado, democraticamente, por seu presidente”.

Bolsonaro iria a Nova York para receber a homenagem de Personalidade do Ano de 2019, da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos. Inicialmente, o evento aconteceria no Museu Americano de História Natural.

No entanto, a instituição cancelou a reserva após lobby de políticos locais. A premiação seria transferida, então, para o Marriott Marquis, mas a rede hoteleira também foi pressionada a não aceitar. 


Continua depois da Publicidade

Em meio a esse impasse, Bill de Blasio chegou a dar uma declaração a uma rádio local em que afirmou que Bolsonaro era ser humano “perigoso”, devido a “seu racismo e homofobia evidentes” e defendeu o cancelamento da cerimônia. 

Quando recebeu a notícia de que o presidente não viajaria mais a Nova York, o democrata comemorou dizendo no Twitter que “valentões não aguentam um soco”. 

Por meio do porta-voz da Presidência, Bolsonaro justificou que há uma questão política em torno do assunto, já que Bill de Blasio é opositor do presidente Donald Trump, afeto do presidente brasileiro.

“Em face da resistência e dos ataques deliberados do prefeito de Nova York e da pressão de grupos de interesses sobre as instituições que organizam, patrocinam e acolhem em suas instalações no evento anualmente, ficou caracterizada a ideologização da atividade”, disse Otávio do Rêgo Barros. 

 

Source: R7


Continua depois da Publicidade

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Futebol

Nas rodadas finais da Série B do Campeonato Brasileiro, o CSA busca a vitória diante do Botafogo-SP para tentar estar entre os quatro primeiros...

Futebol

This website uses cookies to improve your experience while you navigate through the website. Out of these cookies, the cookies that are categorized as...

Futebol

This website uses cookies to improve your experience while you navigate through the website. Out of these cookies, the cookies that are categorized as...

Futebol

Neste sábado, CSA e Avaí empataram por 1 a 1, no Estádio Rei Pelé em uma partida da Série B do Brasileiro que ficou...